top of page
  • Foto do escritor PAULO ROSSETTI

Número 12: Estomatologia, Radiologia, Endodontia

Atualizado: 31 de dez. de 2023




Sem tempo?

Tá correndo?

Clique no fone!

O seu melhor minuto

do dia vai começar!


Estomatologia:

Qual é a prevalência de alterações orais em pacientes com anemia falciforme? Uma revisão sistemática com meta-análise:

Após examinarem 770 registros, 28 estudos foram selecionados. Na anemia falciforme, a prevalência de densidade óssea reduzida foi de 57% (IC 95%: 35%-80%); para o padrão em escada, de 30% (IC 95%: 13%-47%); para a erupção tardia foi de 20% (IC 95%: 6%-34%); e para maloclusão foi de 66% (IC 95%: 39%-92%). Um alto risco de vieses foi observado em relação ao tamanho dos estudos. Poucos artigos compararam a prevalência de alterações orofaciais em pacientes com anemia falciforme e indivíduos saudáveis. A evidência disponível sugere que a anemia falciforme possa estar relacionada a alta prevalência de baixa densidade e alterações na microarquitetura óssea.


 

Radiologia:

Como otimizar a dose efetiva e a qualidade da imagem na sialografia 3D das glândulas salivares maiores usando a TCFC? Veja neste estudo:

As medidas foram feitas em triplicata usando um modelo RANDO, e doses efetivas foram calculadas considerando uma faixa kVp e mA com um FOV de 8 cm (diâmetro) por 5 cm (altura) na submandibular e de 8 cm (diâmetro) por 8 cm (altura) FOV na parótida. Na submandibular, 85 kVp e 6 mA geraram dose efetiva de 82,47 µSv e SDNR de 13,86, com FOM de 2,33 µSv−1. Na parótida, 70 kVp e 6 mA geraram dose efetiva de 39,99 µSv, com SDNR de 17,43, e FOM de 7,60 µSv−1. Sialografias 3D com baixa dose e alta qualidade de imagem são obtidas na TCFC usando-se pequenos FOVs.



 

Endodontia:

Os analgésicos comuns podem ter algum efeito nos testes de sensibilidade pulpar? Um estudo clínico:

41 participantes com dor em função de pulpite sintomática irreversível receberam o teste ao frio e corrente elétrica em dentes afetados e saudáveis. 500 mg de acetaminofeno, 400 mg de ibuprofeno, ou placebo foram aplicados. Os testes foram repetidos 20, 40, e 60 min depois das medicações. No grupo com acetaminofeno, valores alterados ao frio foram observados após 40 e 60 minutos no dente afetado, e 40 minutos depois no dente saudável contralateral. No grupo com ibuprofeno, houve valores alterados ao frio em todos os tempos testados, e 40 minutos depois no dente saudável contralateral. Os valores dos testes com corrente elétrica não foram alterados pelos analgésicos em qualquer período avaliado.



bottom of page