top of page
  • Foto do escritor PAULO ROSSETTI

Revisão sistemática da literatura: 10 passos importantes


Identificar e quantificar os vieses: a função da revisão sistemática da literatura.
Identificar e quantificar os vieses: a função da revisão sistemática da literatura.


Revisão de literatura. Quantas vezes você já leu uma revisão? Várias. Mas todas as revisões são iguais? Não.


Uma revisão narrativa da literatura é a mais comum. Possui uma Introdução, e depois vai direto aos tópicos. Por exemplo, se você está lendo sobre Pilares de Zircônia, é possível que os tópicos sejam Resistência, Tipos de Zircônia, Cor. Os resumos dos artigos são colocados diretamente sob os tópicos.


Na revisão narrativa, todos os trabalhos encontrados são colocados. Não há identificação do grau de vieses.


O que é um viés (em inglês, bias)?


É uma tendência para algum aspecto. Todo trabalho tem algum grau de viés. Se a tendência for além do esperado, ela prejudica a ciência contida nesse trabalho.


A revisão sistemática identifica o grau de viés nos artigos selecionados, através das escalas de qualidade. As mais comuns são NOS (New Castle Ottawa para estudos caso-controle e coorte, e a ferramenta ROBINS-II para estudos RCTs.


Além disso, a concordância entre os revisores (artigos que entram e não entram, ou artigos que passam para a fase seguinte do processo) é feita usando-se o índice kappa. Entre revisores, o nível mínimo de concordância geralmente chega aos 0,70.


Ainda, há programas disponíveis no mercado (por exemplo, Rayyan) que deixam esse processo de coleta e seleção mais fácil e rápido.


Confira os 10 passos importantes no vídeo abaixo:



Komentáře


bottom of page