top of page

Leia também:

  • Foto do escritor PAULO ROSSETTI

Exossomos


Exossomos: a produção gourmet da célula.
Exossomos: a produção gourmet da célula.

Com certeza, você já ouviu do seu professor ou professora de biologia que nossas células são fábricas com uma produção muito variada.


Essa produção é "empacotada" e liberada de forma automática ou de forma controlada. No interior das células, esses pacotes tem diversos tamanhos: podem ser pequenas bolsas (microvesículas, com 0,1-1 micrometro de tamanho), ou bolsas menores ainda (entre 30 e 100 nanometros de tamanho), chamadas de vesículas intraluminais ou exossomos.


Essas bolsas são transportadoras de substâncias que continuam ou comandam processos em nosso organismo.


No segundo caso, os exossomos são liberados apenas se a célula mãe for estimulada por algum fator de crescimento. É um processo muito específico. E tudo que tem esta natureza tem um destino nobre.


Abaixo, três motivos para que os exossomos alcancem seu potencial na odontologia regenerativa:


Cada célula é uma " grande fábrica de remédios", onde os exossomos contêm um "pacote completo de medicamentos" (DNA, RNA, proteínas, lipídeos). A maioria dos exossomos vêm das células-tronco, e a cavidade bucal é um boa fonte delas (ligamento periodontal, polpa).
A vesícula dos exossomos é uma capa lipídica mais resistente e resiliente do que se a substância de interesse (uma proteína, por exemplo) fosse liberada diretamente no organismo, sem essa "bolsa de proteção". Basicamente, a mesma tecnologia usada em algumas vacinas contemporâneas, só que obtida de forma natural.
Exossomos podem ser obtidos por ultracentrifugação (100 mil a 200 mil g de força); processo considerado muito eficiente, de baixo custo, e atualmente o padrão ouro na indústria.

Clique nos links abaixo para conhecer mais:


9 visualizações

Comments


bottom of page